Decoração com Acessibilidade: Veja dicas para uma decoração

Deseja colocar uma decoração com acessibilidade em sua casa? Gostaria de saber mais sobre o assunto? Continue lendo. Cada dia mais as pessoas buscam inserir as pessoas com deficiência.

É de extrema importância inserir as pessoas especiais na hora de fazer aquela obra, isso torna mais fácil o cotidiano dessas pessoas. Agora existem meios de você levar uma decoração com acessibilidade para dentro de casa.

Quer aprender como decorar sua casa de modo a trazer acessibilidade? Vem com a gente que esse artigo é para você! Vamos dar dicas de  decoração para usar meios para facilitar o dia a dia.

Acessibilidade

A acessibilidade é essencial no dia a dia de uma pessoa com deficiência, fica muito difícil ter uma vida normal sem um planejamento adequado, muitos são os obstáculos e para eles um simples degrau pode dificultar muito.

PUBLICIDADE

 Pensando nisso a engenharia e arquitetura evoluíram muito nos últimos anos buscando dar mais qualidade de vida a essas pessoas.

Alguns detalhes devem ser observados antes de se passar para decoração, é preciso que o ambiente possua portas largas, sejam amplos de possibilidade de mobilidade de modo que a cadeira de rodas possa transitar normalmente.

O ideal é que a altura das janelas não passem de 1,35 m e que a cadeira possa encaixar em mesas e escrivaninhas.

quarto com altura para cadeirante

Decoração

Uma boa ideia é de se colocar prateleiras mais baixas de modo que a pessoa tenha acesso, aí você pode colocar um livro, um enfeite ficam super fofas, uma outra ideia é colocar pôster ou quadros para dar mais vida.

Marcadores de chão e placas braille são dois itens que não podem faltar para deficientes visuais para que eles possam se orientar no ambiente.

Sala para uma pessoa adaptada

Banheiros com Acessibilidade

Quando o assunto é acessibilidade ela deve estar disponível para todos, desde aquele parente mais idoso a crianças, aos deficientes visuais, surdos, deficientes físicos de cadeira de roda ou muleta. 

Ou seja uma casa com os devidos cuidados para que todos possam viver bem, sem passar por dificuldades e constrangimentos. a largura das portas devem ser de no mínimo oitenta centímetros, as maçanetas de alavanca tudo para que todos participem da inclusão.

PUBLICIDADE

Barra de apoio articulável, barra de apoio fixa, acionador para caixa acoplada equipamento utilizado em vasos sanitários para tornar seu uso possível a todos.

Banheiro com Acessibilidade

Tapetes

Se existe um item que deve ser levado em conta são os tapetes, eles podem ser grandes inimigos evite colocar tapetes na porta de casa, as pessoas podem escorregar.

Já para o banheiro eles podem ser interessantes quando emborrachados ou presos ao piso, pois nesse caso fazem o efeito contrário eles evitam que a pessoa escorregue.

Pisos

É importante que os pisos sejam regulares sem transição de nível outro ponto importante é que sejam antiderrapantes. caso tenha um degrau ou uma diferença na porta por exemplo você pode colocar um piso diferente indicando ou um granito, pois aí a pessoa já fica atenta.

Rampa para acessibilidade para segundo andar

Espaço com Acessibilidade

É importante disponibilizar espaços amplos para que a pessoa possa se locomover com segurança sem esbarrar em nada, tudo deve ser bem planejado.

Espaço para cadeira de rodas

Iluminação e tomadas

é importante que se disponha de boa iluminação para facilitar a acessibilidade, procure por lâmpadas mais potentes deixando os ambientes mais claros e fáceis de enxergar, de modo que a pessoa perceba os objetos no caminho e não tropece ou se machuque.

PUBLICIDADE

Quanto a tomadas e interruptores é importante colocá-los em lugares de fácil acesso perto de camas, entradas dos quartos locais onde qualquer posso usar, e o mais importante colocados em lugares que não tenha muitos objetos ou móveis impedindo a passagem.

Muitas são as formas de acessibilidade, dá para tornar a vida dessas pessoas mais tranquila de modo que não tenham que passar por certos constrangimentos desnecessários, conquistem a liberdade de acesso, que não precisem mais de acompanhantes consigam viver um cotidiano normal.